terça-feira, 14 de junho de 2016

DESCONHECIDO





Convocando as lembranças adormecidas, 
Tu sempre foste o dono desse pobre coração;
Oh desconhecido tu entraste em minha alma e tumultuaste meu coração...
Há muito tempo tenho lhe esperado e até desistido com uma vida sem sentido...
De repente tu ressurges no horizonte brilhante e mais belo que em meus sonhos;
Oh desconhecido iluminado, tu perturbaste os meus sonhos, desde que te vi tu mudaste meus rumos, meus objetivos me dando a vida um sentido;
Agora fico perdida meio sem saída em saber como resolver a situação,
tu és tão esmero seu perfume um mistério como a flor de esmeralda;
Não sei se é loucura ou se é a formosura efêmera;
O que mais me causa medo de te amar em segredo, ou gritar pra multidão;
Oh desconhecido a sua formosura nem a poesia pode descrever, tu chegaste todo forte que afastaste até meu desejo pela morte, e a vida superaste com amor...
O mundo todo se tornou tão insignificante a todo instante que estou sem você;

Para valer à pena toda essa espera com você quero viver, aproveitar cada segundo como se fosse o ultimo para te admirar e te amar, eu lhe darei minha fidelidade por toda eternidade...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por sua colaboração *****